Logotipo - Novo decide expulsar vereador de Caxias Maurício Marcon

Novo decide expulsar vereador de Caxias Maurício Marcon

Parlamentar havia criticado o processo seletivo da sigla para a escolha do candidato à presidência da República

Colunista - André Tajes

André Tajes

andre.tajes@serraempauta.com
12.08.2021 - 10h25min

Letícia Kreling/Divulgação
Foto Principal - Notícia

A Comissão de Ética Partidária (CEP) do diretório nacional do Novo decidiu, por unanimidade (quatro votos), na noite desta quarta-feira (11), expulsar do partido o vereador, Maurício Marcon. O parlamentar respondia a um processo disciplinar administrativo depois de criticar o processo seletivo para a escolha do candidato à presidência da República.

Contrariada com a manifestação de Marcon, em uma live em suas redes sociais, o diretório estadual pediu a expulsão do parlamentar mais votado da cidade com 5.618 votos.

"O que a gente não pode aceitar é uma processo seletivo não verdadeiro. Isso eu não vou aceitar. Talvez, isso possa me trazer implicações mais sérias dentro do próprio partido. Daqui a pouco uma suspensão. Daqui a pouco até uma expulsão. Eu se me corrompesse com um processo seletivo fake, lá na frente ia me corromper por outras coisas", disse o vereador, na live.

Marcon tem prazo de 10 dias para recorrer da decisão. Na manhã desta quinta (12), o vereador confirmou a decisão da Executiva nacional e disse que não sabe se vai recorrer.

Ainda na live, Marcon comentou que dedicou "muito tempo da minha esperança e da minha vida nesse partido". Questionado se estava decepcionado com a decisão partidária comentou:

"Bastante, pois se deixou valores e princípios de lado para se seguir um salvador da pátria (em referência a João Amoêdo, ex-presidente nacional e ex-candidato a presidente da República), algo que o partido sempre condenou. Não imaginei que isso aconteceria. Diria que (estou) até em choque".

O presidente estadual do Novo, Alexandri Araldi, disse que a sigla não tem nenhuma estratégia sobre o mandato de Marcon.

"O sentimento do grupo de filiados da cidade é que foi um esforço e um trabalho muito grande deles para viabilizar essa eleição. Foi a soma dos votos de todos os candidatos a vereadores que viabilizou isso. O grupo de filiados valoriza muito esse trabalho e o mandato conquistado", comentou Araldi.

Marcon diz que pretende lutar por seu mandato na Justiça.

Leia também:
Vacinação contra covid-19 para pessoas a partir de 26 anos começa nesta quinta em Caxias

Escritório entrega diagnóstico sobre estrutura do prédio da Maesa, de Caxias
Definida empresa responsável pelo projeto executivo do Aeroporto Regional da Serra
Presidente Câmara recebe a visita de ex-prefeito de Caxias do Sul
Prefeito de Farroupilha volta a conversar com Bolsonaro no cercadinho
Prefeitura pretende injetar cerca de R$ 40 milhões na economia caxiense

Tags:

Partido expulsão vereador Maurício Marcon Novo críticas processo seletivo presidência da República Caxias do Sul